Vídeo: Prefeito de Braga é afastado por suspeita de corrupção

0
33

A Procuradoria de Prefeitos e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumprem, nesta sexta-feira, 10, o mandado judicial de suspensão do exercício do cargo do prefeito de Braga pelo prazo de 180 dias. O afastamento temporário do político se deve em virtude da investigação do Ministério Público que descobriu atos de corrupção envolvendo o prefeito e empreiteiros de São Leopoldo. Também são cumpridos dez mandados de busca e apreensão, nas cidades de Braga, Porto Alegre, Ijuí e São Leopoldo. As apreensões de equipamentos eletrônicos e documentos ocorrem na sede da Prefeitura de Braga (incluindo-se o Gabinete do Prefeito e o Departamento de Licitações), em seis residências (uma em Braga, duas em Porto Alegre, duas em São Leopoldo e outra em Ijuí), na Superintendência de Licitações e Contratos e Superintendência Jurídica da Corsan, na Capital, na sede das construtoras e num escritório de contabilidade.

Conforme as investigações, lideradas pelo promotor de Justiça Heitor Stolf Júnior, o prefeito solicitou dinheiro aos empresários investigados. Além disso, houve direcionamento de edital de licitação para a contratação de empresa para a construção da rede coletora de esgoto na cidade de Braga. A concorrência, ocorrida em dezembro de 2017, ainda não finalizada.

Os empresários em questão foram presos preventivamente em fevereiro deste ano pela Operação Água, realizada pelo Gaeco – Núcleo Região Metropolitana e Taquari. As investigações são relativas a fraudes cometidas em licitações do Semae, de São Leopoldo.

Fonte: MPRS

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.